De 27 de maio a 15 de julho, Festival de Comidas Gigantes acontecerá de forma descentralizada, contemplando Caruaru e zona rural

 

O cheiro de São João já está no ar. Os forrozeiros estão se preparando para aproveitar os 30 dias de festa e, para manter a energia, nada melhor que saborear uma comida típica junina. As festas das comidas gigantes nem esperam junho chegar para divertir os forrozeiros. Este ano, o calendário das guloseimas começa no próximo fim de semana (27), no bairro Petrópolis.

 

A primeira comida gigante do São João 2017 será o Maior Cozido de Milho do Mundo servido com manteiga, preparado pelos moradores da Rua Marechal Cândido Rondon. A festa deste ano, que tem o apoio da Prefeitura, por meio da Fundação de Cultura e Turismo, contará com palco e atrações artísticas e está marcada para começar às 18h.

 

Para a comilança, 1.500 espigas de milho e 22 litros de manteiga serão utilizados no preparo da comida, que é tradição no bairro há 17 anos, e que tem como expectativa reunir aproximadamente 4 mil pessoas, na festa que já tem duas atrações já confirmadas, para garantir a festa.

 

Este ano, serão organizadas 28 festas com comidas gigantes espalhadas por vários bairros e na zona rural de Caruaru. Uma das mais tradicionais, a Caminhada do Forró com o Maior Cuscuz do Mundo, será realizada no dia 11 de junho, véspera do dia dos namorados. A concentração dos forrozeiros será na entrada da Vila do Aeroporto. A festa terá trios elétricos e carros de apoio durante o percurso até o Alto do Moura, onde todos poderão saborear o cuscuz com vários recheios. Em 2016, a caminhada reuniu mais de 100 mil pessoas.

 

Já o tradicional Bolo de Pé de Moleque Gigante, no bairro das Rendeiras, será saboreado no dia 16 de junho. Há 20 anos, Dona Maria do Bolo prepara a festa na praça, que reúne centenas de moradores. A ideia de fazer o bolo e trazer atrações para o bairro nasceu, segundo Dona Maria, do desejo de ter a festa mais perto de casa. “Até hoje me surpreendo com o tamanho que ficou. Todo ano a gente quer aumentar o bolo, quer trazer mais gente. É muita emoção”, comenta. No ano passado, o Bolo Pé de Moleque Gigante teve mais de 19 metros.

 

O calendário das comidas gigantes segue até o dia 15 de julho e será encerrado com a Canjica Gigante, na Vila Peladas, na zona rural do município. A festa que encerra o ciclo junino terá shows musicais e atrações culturais. No ano passado, a preparação da comida envolveu mais de 60 pessoas e durou três dias. A canjica teve cerca de 30 metros de cumprimento. Em 2107, a festa completa 18 anos.

 

HISTÓRIA – As comidas gigantes começaram a ser realizadas há mais de 25 anos em Caruaru. A tradição teria começado com a Festa da Pamonha Gigante, em 1999. Com o passar dos anos, os moradores dos bairros perceberam que as festas, com comida, atraiam muita gente e eram uma ótima oportunidade para ter a comemoração perto de casa. Segundo o historiador Walmiré Dimeron, as festas das comidas gigantes contribuem para a volta dos festejos juninos nos bairros e na zona rural, fazendo uma descentralização da festa.

Share This:

Comentários